Edifício do Führer em Munique (Münchner Führerbau)

Edifício do Führer em Munique (Münchner Führerbau)

 

München

München, (em português: Munique), é uma cidade da Alemanha, capital do estado alemão da Baviera, no Sudeste do país. Conta com cerca de 1,5 milhões de habitantes (2020). É a cidade mais populosa da Baviera e do Sul da Alemanha, e a terceira cidade mais populosa do país, depois da capital, Berlim (Berlin), e de Hamburgo (Hamburg), bem como, a 11ª maior cidade na União Europeia (UE). A região metropolitana da cidade abriga 6 milhões de pessoas.

Munique é uma cidade independente (kreisfreie Stadt) ou distrito urbano (Stadtkreis), ou seja, possui estatuto de distrito (Kreis). Adicionalmente, Munique é também sede do governo do distrito administrativo da “Alta Baviera” (Oberbayern em alemão) bem como do distrito territorial (Landkreis) de Munique.

Situada nas margens do rio Isar ao Norte dos Alpes, Munique é a sede da região administrativa bávara da Alta Baviera. Munique é a segunda maior cidade na área do dialecto bávaro, depois da capital austríaca, Viena.

Munique foi fundada em 1158. A Munique católica resistiu fortemente à Reforma e foi um ponto de divergência política durante a resultante Guerra dos Trinta Anos, mas permaneceu fisicamente intocada apesar da ocupação sofrida por parte dos suecos protestantes.

Depois da Baviera passar a Reino da Baviera, em 1806, Munique tornou-se um importante centro europeu de artes, arquitectura, cultura e ciência. Durante a Revolução Alemã de 1918–19, a Casa de Wittelsbach, que governava a Baviera desde 1180, foi forçada a abdicar em Munique e uma República Soviética da Baviera, de curta duração, foi declarada. Na década de 1920, Munique tornou-se o lar de várias facções políticas, entre elas o Partido Nazi (NSDAP). Após a ascensão dos nazis ao poder, Munique foi declarada a “Capital do Movimento”.

A cidade foi destruída pela metade durante a Segunda Guerra Mundial, porém reconstruída nas décadas posteriores após o fim do conflito.

Após o fim da ocupação americana do pós-guerra em 1949, houve um grande aumento da população e do poder económico durante os anos de “Wirtschaftswunder” (“Milagre do Reno”, que se refere à rápida reconstrução e o desenvolvimento da economia da Alemanha Ocidental e Áustria após a Segunda Guerra Mundial). A cidade sediou os Jogos Olímpicos de Verão de 1972.

A Munique moderna é um importante e desenvolvido centro financeiro, urbano, logístico, cultural e político da Alemanha e da Europa continental. É sede de diversas empresas de renome mundial, incluindo a BMW e alberga também duas universidades de pesquisa e várias instituições científicas.

Entre 2011 e 2012, Munique foi posicionada na 4ª posição entre as “Cidades Mais Habitáveis do Mundo”, segundo estudos da consultoria internacional Mercer.

É em Munique que é realizada anualmente a ‘Oktoberfest’, uma tradicional festa alemã, que é a maior do Mundo, sendo o evento um dos principais alicerces turísticos da Alemanha. As inúmeras atrações arquitectóônicas e culturais de Munique, bem como, alguns eventos desportivos também atraem muitos turistas estrangeiros.

 
EDIFÍCIO DO “FÜHRER” EM MUNIQUE
 

Münchner Führerbau

Münchner Führerbau, (em português: Antigo edifício do Führer em Munique), foi construído entre 1933 e 1937, segundo planos do arquitecto Paul Ludwig Troost, em Munique, para uso do ditador Adolf Hitler. Os primeiros planos para o “Führerbau” datam de 1931 e foi concluído três anos após a morte de Troost por Leonhard Gall.

A partir de 1943, cerca de 650 quadros, na sua maioria saqueados e destinados ao “Museu do Führer” em Linz, foram guardados no abrigo antiaéreo do edifício. Pouco antes da invasão do 7º Exército dos EUA, na noite de 29 para 30 de Abril de 1945, a cave foi saqueada; mais de 600 quadros desapareceram, incluindo muitas obras da denominada “Idade de Ouro” holandesa.

Após 1945, o antigo Edifício do “Führer” foi utilizado pelo governo militar dos EUA, juntamente com o Edifício da Administração do NSDAP, como ponto central de recolha de arte saqueada pelos nazis em toda a Europa, durante a Segunda Guerra Mundial. Inclui-se a colecção de arte de Hermann Göring e as obras apreendidas da Ordem Especial Linz. As obras de arte identificadas foram restituídas a partir daí aos países de origem.

Actualmente o edifício aloja a Universidade de Música e Teatro de Munique. Em 1954, a sala de congressos foi convertida numa sala de concertos. O edifício encontra-se em más condições estruturais e necessita de renovação geral.

Histórias de A a Z
— TEMAS RELACIONADOS —
 
Terceiro Reich
Colecção ‘Winterhilfswerk’
— FILATELIA —