Abadia e Palácio de Bebenhausen (Kloster Bebenhausen)

Abadia e Palácio de Bebenhausen (Kloster Bebenhausen)

 

Bebenhausen

Bebenhausen é uma vila do distrito de Tübingen, no estado de Baden-Württemberg, na Alemanha.

Encontra-se localizada a 3 km a Norte de Tübingen, na parte Sudeste da paisagem protegida de Schönbuch, uma densa floresta.

Bebenhausen é famosa pela Abadia de Bebenhausen, fundada em 1183 pelo Conde Palatino Rudolph de Tübingen.

No início do século XIX, o mosteiro tornou-se um palácio de caça dos reis de Württemberg. O rei Wilhelm Karl Friedrich (Guilherme II de Württemberg) lá residiu até à sua morte em 1921, e a sua esposa, a princesa Charlotte de Schaumburg-Lippe, até à sua morte em 1946.

Tornou-se a sede de Württemberg-Hohenzollern de 1947 e até 1952, quando Baden-Württemberg foi criada. Em 1974, Bebenhausen tornou-se um distrito de Tübingen.

 
ABADIA E PALÁCIO DE BEBENHAUSEN
 

Kloster Bebenhausen

Kloster Bebenhausen, (em português: Abadia e Palácio de Bebenhausen), é o antigo complexo do mosteiro cisterciense (Ordem de Cister, ou Ordem Cisterciense) localizado em Bebenhausen, Baden-Württemberg, Alemanha. O complexo também é o local do Palácio Bebenhausen, um retiro de caça criado e mantido por dois reis de Württemberg. O complexo foi considerado monumento histórico em 1974.

O mosteiro foi construído no final do século XII pelos premonstratenses (Ordem de São Norberto, actualmente chamada de Ordem Premonstratense), mas foi cedido aos cistercienses em 1190. Do século XIII ao século XV, a fortuna da Abadia de Bebenhausen cresceu rapidamente até se tornar um dos mosteiros mais ricos do Sul da Alemanha. Este período foi também de expansão e renovação arquitectónica do mosteiro.

No século XIV, ficou sob o domínio do então Condado de Württemberg, cujos governantes viriam a dissolver o mosteiro no século XVI. O terreno da abadia foi reutilizado para um internato e seminário protestante.

A Abadia de Bebenhausen também foi a residência da Casa de Württemberg como um retiro de caça e foi especialmente favorecida pelos seus governantes devido à sua localização no Schönbuch, o primeiro parque natural do estado Baden-Wurtemberg.

O primeiro rei de Württemberg transformou a parte Sudeste do complexo num palácio. Após a Grande Guerra e a dissolução do Reino de Württemberg, o Palácio de Bebenhausen foi residência permanente do último Rei e Rainha de Württemberg.

No pós-Segunda Guerra Mundial a Abadia de Bebenhausen também teve um breve papel na política alemã, quando o parlamento do estado de Württemberg-Hohenzollern, controlado pelos franceses, elaborou a sua constituição no mosteiro.

Histórias de A a Z
— TEMA RELACIONADO —
 
Segunda Guerra Mundial
— FILATELIA —