Torre Sandomierska em Cracóvia (Baszta Sandomierska w Krakowie)

Torre Sandomierska em Cracóvia (Baszta Sandomierska w Krakowie)

 

Kraków

Kraków, (em português: Cracóvia), é a segunda maior e uma das cidades mais antigas da Polónia. Está localizada no Sul da Polónia, junto ao rio Vístula, o maior rio polaco. A cidade remonta ao século VII.

A cidade evoluiu a partir de um povoamento da Idade da Pedra até chegar a segunda mais importante cidade da Polónia. Começou como um vilarejo na colina Wawel, como um movimentado centro de comércio da Europa Central, em 985.

Cracóvia foi saqueada e incendiada durante a invasão mongol de 1241 tendo sido reconstruída de forma praticamente idêntica ao que estava antes da destruição. Em 1259, a cidade foi novamente devastada pelos mongóis. Um terceiro ataque em 1287 foi repelido em parte graças às fortificações, à data, recém-construídas.

Em 1364, Kazimierz III Wielki (Casimiro III, o Grande), fundou a Universidade de Cracóvia, a segunda universidade mais antiga da Europa Central, logo a seguir à Universidade Carolina em Praga (Karls-Universität zu Prag).

Foi cidade-membro da Liga Hanseática e capital oficial da Polónia até 1596.

Em 1809, Napoleão Bonaparte capturou os antigos territórios polacos sob domínio da Áustria e tornou a cidade parte do Ducado de Varsóvia. Após a derrota de Napoleão, o Congresso de Viena, de 1815, restaurou as fronteiras pré-guerra, mas também criou a parcialmente independente Cidade Livre de Cracóvia.

Em 1846, ocorreu na cidade uma insurreição liderada por insurgentes polacos, direccionada em especial contra o Império Austríaco, com o objectivo de incitar a população para lutar pela independência nacional. A revolta durou cerca de nove dias e terminou com a vitória austríaca. Como resultado deu-se a anexação da cidade pela Áustria sob o nome de Grão-Ducado de Cracóvia (Großherzogtum Krakau).

O domínio austríaco em Cracóvia terminou em 1918, quando o Comité de Liquidação Polaco (órgão temporário do governo polaco que governou o território no final da Grande Guerra. Criado em 28 de Outubro de 1918, com sede em Cracóvia, o Comité visava principalmente manter a ordem nos territórios da antiga parte austríaca da Polónia), assumiu o poder.

 
TORRE SANDOMIERSKA EM CRACÓVIA
 

Baszta Sandomierska

Baszta Sandomierska, (em português: Torre Sandomierska), é uma das três torres construídas durante o reinado de Casimiro IV (entre 1447 e 1492).

Esta torre pertence ao Castelo Real de Wawel em Cracóvia.

Construída sobre uma base quadrada, possui sete andares decorados com seteiras para armas de fogo.

Em 1462, a “torre nova” foi mencionada após o assassinato, por decapitação, de seis vereadores, por ordem de Jędrzej Teczynski.

Segundo a tradição, foram presos nesta torre cidadãos do distrito de Sandomierz.

Os andares mais baixos da torre foram reconstruídos nos séculos XVI e XVII. No século XVIII encontravam-se em más condições.

Em 1856 foi reconstruída pelos Austríacos. Algumas alterações efectuadas foram removidas por Zygmunt Hendel, nos anos DE 1911 a 1914.

A mais recente restauração efectuada na torre foi entre 2003 e 2004, pelo arquitecto Peter e pelo Dr. Stepien.

Stanislaus Karch reconstruiu três baias de tiro, a varanda, o terceiro andar, a escada exterior que conduz ao alpendre e restaurou originalmente os pisos dos andares superiores da torre.

Histórias de A a Z
— TEMA RELACIONADO —
 
Segunda Guerra Mundial
— FILATELIA —