Wilhelm Moritz Egon ‘Freiherr’ von Gayl (1879-1945), Político

Wilhelm Moritz Egon ‘Freiherr’ von Gayl (1879-1945), Político

 

Wilhelm Moritz Egon ‘Freiherr’ von Gayl

Wilhelm Moritz Egon ‘Freiherr’ von Gayl foi um advogado e político alemão. Natural de Königsberg, capital da província da Prússia Oriental (hoje Kaliningrado, Rússia) estudou direito nas universidades de Berlim, Göttingen e Bonn. Em 1909 foi director da “Ostpreussische Landgesellschaft”, uma sociedade destinada a conter o êxodo rural devido à fraqueza estrutural e às fronteiras desprotegidas da Prússia Oriental.

Gayl combateu durante a Grande Guerra como oficial em serviço activo, onde foi condecorado com a Cruz de Ferro de primeira classe. A partir de 1916, Gayl foi nomeado Comandante Supremo do “Ober Ost” (Comando Supremo de Todas as Forças Alemãs no Leste) durante cerca de dois anos. Em 1918 foi nomeado governador da administração militar alemã na Lituânia, com base em Kaunas.

Gayl participou das negociações do Tratado de Versalhes para a Prússia Oriental, em 1919, e foi “Reichskommissar” (Comissário do Reich) na votação do Plebiscito do Allenstein em 1920.

De 1 de Junho a 3 de Dezembro de 1932 Gayl foi Ministro do Interior no governo liderado pelo Chanceler Franz von Papen. De 1925 a 1932 dirigiu a Sociedade para a Promoção da Colonização Interna. Em 1932, foi presidente do Conselho de Curadores do Reich para a Promoção da Juventude.

Depois da renúncia do chanceler von Papen, em 17 de Novembro, Gayl perdeu o seu cargo com a nomeação para o gabinete de Kurt von Schleicher em 3 de Dezembro de 1932.

Gayl morreu em Potsdam logo após o final da Segunda Guerra Mundial.

Histórias de A a Z
— TEMA RELACIONADO —
 
Estados Antigos Alemães